Ir de Jesus é "indo sendo", e jamais "ir fazer" apenas!



Missões, missão da igreja, missões transculturais, missão urbana, missão integral...Humm, parece que temos muitas missões!!! Ok tudo tem detrás da intenção um valor para cada ação, mas o mundo mudou.
O "evangelho" atual e mesmo a perspectiva no contexto de outras épocas vem se transformando e precisamos um novo olhar para ver missões sob a perspectiva do IDE de Jesus e reinterpretá-lo sem romantismo. Ir de Jesus é "indo sendo", e jamais "indo fazer" apenas. Nesta clareza em que Cristo nos aponta a Missão deixada, qualquer outro IR que não seja a encarnação do evangelho é apenas movimento por fluxo de desejo humano. Tem valor? Esta não é a questão, pois podemos estar "levando-fazendo" a missão da missão, a missão da igreja, mas o que realmente importa é levar o evangelho da Graça encarnado! Qualquer coisa menos que      ir-sendo evangelho, é ir levando-fazendo uma Missão....
Precisamos ir-sendo vida e não ir-levar um modismo que se transforma de época em época. O "evangelho" de hoje precisa de renovações para dar sentido a missões, mas o Evangelho de Cristo é o mesmo desde a eternidade, quem ainda não o compreendeu pode estar lndo e levando palha, madeira etc...Estamos Indo na perspectiva correta ou estamos fazendo missões: urbanas, transcultural, nacional, integral ou qualquer outra "muitas missões" que o tempo se encarregará de moldar pra dar sentido ao que vamos "indo fazer"?
Jamais terá sentido "Irmos-fazendo" enquanto não "somos-indo"!
Que missão estamos cumprindo-sendo?????? 

Na Graça,
Nadir Eduardo Heinrich

Previous
Next Post »
Postar um comentário
Thanks for your comment