ERA-LHE NECESSÁRIO


Moises Suriba
“E era-lhe necessário passar por Samaria”. Jo.4.4
Era-lhe necessário.

Não se tratava de um desejo pessoal, de uma preferência de caminho, de um lugar agradável, ou de um atalho para uma longa caminhada.

Também não sabemos se o Pai compartilhou com Jesus sobre o que o aguardava em Sicar. Mas sabemos que ele tinha um compromisso com o Pai de obediência total à sua vontade. O texto diz simplesmente que era-lhe necessário passar por Samaria, e Jesus tomou aquela direção.

Ora, é Deus quem estabelece o que é necessário para seu povo. É para avançar? Correr? Parar? Atravessar o oceano? É para sofrer o dano? Perdoar? Avancemos dentro da vontade de Deus. Vivamos neste caminho de obediência.
E falando de caminho de obediência, há um caminho traçado por Deus que atravessa todas as nações da terra: o caminho missionário, o caminho da proclamação do Evangelho do Reino. Que o Senhor leve sua igreja a avançar nele.
Não, não é uma estrada de um projeto pessoal, de uma aventura interessante, de um sacrifício feito para ganhar uma posição diante dos outros ou um espaço no céu.
O caminho da obediência traz o itinerário apontado pelo Senhor. 
É Ele quem define o “É necessário passar”.
O que encontraremos daqui uma semana, um mês, não nos compete saber hoje. Se vamos encontrar uma samaritana à beira de um poço ou um eunuco no caminho da Etiópia, está reservado nas mãos do Senhor.

O que nos compete é viver o hoje em total submissão à vontade de Deus para que Ele seja glorificado em nós, seu povo.





Previous
Next Post »
Postar um comentário
Thanks for your comment