Brasileiros Buscam Mensagem da Reforma, e visitam igreja do pr. Mark Driscoll


Brasileiros Buscam Mensagem da Reforma, e visitam igreja do pr. Mark Driscoll
Constatação do alto índice de visitas de brasileiros ao blog da Igreja Mars Hill, cujo pastor é o conhecido e controverso pastor Mark Driscoll, e visita pessoal à Igreja por reconhecido pastor brasileiro causou curiosidade.
Agustus Nicodemos Lopes, reconhecido pastor e teólogo brasileiro, escreveu em seu blog semana passada que não perdeu a oportunidade de visitar a Igreja Mars Hill quando esteve Seattle, WA, mesmo sabendo que o pastor não estava lá. Ele explicou ao The Christian Post algumas coisas da qual ele aprecia no Pastor Mark Driscoll e suas pregações contextualizadas à realidade atual.

Além do interesse pela popularidade do famoso pastor da Igreja Mark Driscoll, para o Rev. Lopes a visita fez parte de seus estudos e pesquisas ao que ele acredita que os evangélicos no Brasil precisam encontrar um equilíbrio entre a uma sensibilidade à cultura brasileira com os princípios bíblicos expostos pela fé reformada.

“Eu não tenho uma solução para isso eu mesmo sou um dos que estão estudando, pesquisando, por isso eu estive lá no Mars Hill.”

O proeminente teólogo comentou que o que chama atenção em Driscoll é o seu caráter bíblico reformado de suas pregações. Para ele, Driscoll é um pastror moderno de uma geração nova de calvinistas, morando em uma cidade desafiadora, falando à uma geração marcada por não conformismo, escândalos, e marcada por questões de drogas, abusos sexuais, entre outas coisas.

“E ele consegue ser eficaz na transmissão da mensagen bíblica reformada para esse pessoal e até mais outras pessoas, porque ele tem alcançado outros grupos.”

Segundo ele, o pastor é considerado um dos principais expoentes do novo Calvinismo, que que é uma geração de pastores calvinistas que tem se contextualizado e aplicado a mensagem da reforma prostetante do século 16, aos problemas, necessidades e desafios do mundo do século 21.

Ele aprecia que ele usa uma “linguagem atual fácil de entender que permite a comunicação com a geração nova.”

Sobre algumas das famosas pregações sobre o inferno em que diretamente expõe que “Sem Jesus Você Vai para o Inferno,” Lopes comentou que “isso é uma das coisas ensinadas na Bíblia com muita clareza, inclusive por Jesus, que foi quem mais falou sobre o inferno.”

“Ele não fala com o objetivo de destruir as pessoas ou afastá-las do evangelho mas para avisá-las das consequências da incredulidade, da dureza de coração e da falta de arrependimento.”

Na opinião de Lopes, Driscoll faz isso com muita autoridade e com muita coragem porque “ele acredita realmente na realidade do inferno (como eu também acredito), e porque ele acredita que a Bíblia é a palavra de Deus (como eu também acredito) e que ela deve ser anunciada na sua inteireza.”

“A Bíblia toda e toda a Bíblia, esse é o lema de todo o pregador reformado,” ressaltou.

Lopes afirmou que hoje em dia tem muitos pastores que não querem falar sobre isso com medo de perder público, prestígio, popularidade e o “Mark Driscoll não está preocupado com isso, ele está preocupado em pregar todo o conselho de Deus e com certeza isso inclui a advertência com relação ao inferno.”

Contrapondo-se com a posição de Driscoll “Sem Jesus Você Vai para o Inferno,” Lopes expôs a idéia universalista, esclarecendo de que “é idéia de que todas as pessoas serão salvas, mesmo aquelas que não creram em Jesus Cristo e nunca se arrependeram dos seus pecados,” e explicou a sua posição.

Segundo ele, a idéia que tem por trás do universalismo é de que “Deus é amor, Deus é bom,” e “é inconcebível que ele tenha preparado o inferno onde faria sofrer eternamente pessoas que ele proprio criou.”

Partindo dessa idéia de que o “amor de Deus haverá de triunfar no final,” que aliás é o título do livro do Rob Belll, Love Wins, segundo lembrou Lopes, “então as pessoas acham que quando a Bíblia fala de inferno ... acham que são retóricas ou metáforas que são empregadas na Bíblia mas que não representam nenhuma realidade objetiva.”

Para Lopes o univesalismo carece de fudamentação bíblica, explicando que “Nós não vamos encontrar em nenhum lugar na Bíblia a afirmação de que ao final todas as pessoas serão salvas.”

“Nós precisamos lembrar que se Deus é amor, ele também é santo, ele também é justo.... Ele necessariamente teria de punir o pecado de suas criaturas, o pecado precisa ser castigado...” E acrescentou que “Com certeza o que Cristo fez na cruz do Calvário não garante a todos um perdão incondicional mas somente aos que creem nele, arrependidos dos seus pecados.”

O teólogo brasileiro acredita que o interesse dos brasileiros pela Igreja Mars Hill é que “muito evangélicos no Brasil que não são das Igrejas históricas (por ex. da Igreja presbiteriana, Metodista ou Episcopal...) estão descobrindo a mensagem da reforma, o Calvinismo.”

“E eles estão animados e encorajados com essas doutrinas que nós chamamos ‘as grandes doutrinas da graça.’”

Lopes explicou que eles estão em busca de um modelo de Igreja que não seja exatamente tradicional e que esteja um pouco mais próximo do modelo de Igrejas que eles conhecem. Assim, a Igreja Mars Hill oferece essa alternativa.

“Por isso que os brasileiros que estão motivados a receber a fé reforma da aqui no Brasil gostam da Igreja de Mars Hill porque ela permite uma contextualizaçao da fé da reforma do século 16 para os nossos dias no Brasil.”

Entretanto, ele disse que “Não acredito que o modelo de Igreja Mars Hill seria adequada para o Brasil,” explicando que ela é muito contextualizada para a situação da cidade de Seattle e com práticas que são da cultura americana.

Para Lopes os brasileiros ainda tem que buscar conhecer mais essa “fé reformada” e com sabedoria, “não compremetendo os princípios bíblicos mas vivendo essa fé no contexto brasileiro.”

O Rev. Lopes pensa que os evangélicos no Brasil precisam encontrar um equilíbrio entre a uma sensibilidade à cultura brasileira com os princípios bíblicos expostos pela fé reformada. Ele afirma que ainda não vê qual seria a solução para isso, mas confessou que ele está estudando e pesquisando.


Via Tele-fé
Previous
Next Post »

1 comentários:

Click here for comentários
Postar um comentário
Thanks for your comment