Ansiedade, Sofrimento e a Dor (paret 1)

Ansiedade, Sofrimento e a Dor 


Na verdade, a grande maioria das pessoas,  está sofrendo por algum motivo neste momento!
O motivo pode ser físico, ou sentimental ou emocional, profissional ou financeiro ou pessoal ou familiar...  
O maior sofrimento nos dias de hoje tem sido provocados pela sentimento de solidão e pela ansiedade no coração das pessoas..
Talvez você seja uma dessas pessoas que está sofrendo hoje! E os motivos podem ser diversos... Mas sabemos que o sofrimento dói...
 
Às vezes temos que  aprender a aceitar o sofrimento de situações que não podemos evitar, pois a aceitação ameniza o sofrimento e a dor.
A revolta contra o sofrimento só aumenta a dor, e às vezes nos impede de ver todas as possibilidades existentes para encontrar a solução dos nossos problemas.
Quando nos revoltamos contra o sofrimento, a tendência é aumentar o sofrimento e não amenizá-lo .
 
A própria Bíblia nos mostra em muitas passagens que o homem passará por tribulações em sua breve existência aqui na terra.
Em Jó 14:1, lemos que “o homem nascido de mulher, vive breve tempo, cheio de inquietações “.
 
A Palavra de Deus nos revela também que o sofrimento é uma realidade conseqüente da queda do homem, isto é, do pecado que nos atinge (Gn 3:16)
 
Até mesmo a natureza geme por causa da desobediência do homem. Basta olhar para os problemas que estamos vivendo atualmente por causa da poluição, desmatamento, contaminação da água, etc...
 
Portanto o sofrimento se tornou um fato natural da vida que vivemos aqui. O sofrimento não é mais uma situação excepcional ou extraordinária.
Todos passam de uma maneira menos intensa ou mais intensa por problemas, dificuldades, tribulações e provações, sejam elas físicas, materiais ou emocionais.
Até os mais otimistas são obrigados a reconhecer que o sofrimento é um fato característico e significativo da vida humana.
 
Apesar do cristão ter sido liberto da condenação do pecado, e de gozar da proteção e dos cuidados do Senhor, ele não está livre do sofrimento .
Mesmo porque as vezes, o próprio Senhor permite o nosso sofrimento, para o nosso crescimento na fé e no conhecimento Dele.
 
Afora o sofrimento provocado por fatos naturais como a morte, ou dores de parto por exemplo, às vezes o sofrimento pode ser provocado também pelo inimigo de nossas almas, o diabo, pois a bíblia nos ensina em 1 a. Pe 5:8 que o diabo, vosso adversário, anda em derredor, como leão que ruge procurando alguém para devorar.
 
Temos como exemplos na bíblia o próprio sofrimento de Jó, enfermo, e com a sua vida praticamente destruída pela ação do maligno.
Porém, Deus limitou a ação do inimigo na vida de Jó, pois Jó era um homem temente a Deus. Isso acontece também na vida dos que o amam e o temem nos nossos dias! Deus permite, porém limita a ação do maligno  na vida dos seus filhos, para a nossa disciplina as vezes.
 
Outras vezes nós mesmos somos os responsáveis pelo que nos acontece.
Agimos de forma descuidada e inconseqüente muitas vezes, seguindo apenas os desejos do nosso coração e nos esquecendo daquilo que o Senhor nos ensina e nos manda fazer.
 Vemos em Gl 6:7 “Aquilo que o homem semear, isso também ceifará”.
E a Palavra de Deus se cumpre inteiramente.
 
Existe até um ditado no mundo que diz: Quem planta vento colhe tempestade. Ainda que seja um provérbio popular, ele espelha uma grande verdade contida na Palavra de Deus!
 
A verdade é que o nosso comportamento, as nossas ações no dia a dia, sempre trarão alguma conseqüência para a nossa vida. Elas podem ser positivas ou negativas.
Alguns conseguem construir vidas melhores do que os outros, e às vezes não entendemos o porquê;  porém se olharmos mais de perto, veremos que há uma diferença no modo de agir de cada um.
 
Alguns se esforçam mais do que os outros, uns são mais dedicados ou determinados do que outros. Alguns são mais econômicos,enquanto outros são gastadores, alguns são pacientes e outros impulsivos, e assim por diante.
 
A Bíblia diz que “aquilo que o homem semear, isso também ceifará”. Essa é uma lei que muitas vezes não percebemos, mas que se cumpre na nossa vida todos os dias. O que plantamos no passado estamos colhendo agora, e o que estamos plantando hoje, vamos colher mais à frente.
Isso explica em parte o que vivemos hoje e o que poderemos viver amanhã...
 
O que estamos vendo , no entanto, é que o sofrimento é um fato característico da vida humana.
É praticamente impossível encontrarmos alguém que nunca sofreu ou que não sofre atualmente por algum motivo.
Previous
Next Post »
Postar um comentário
Thanks for your comment